Como aumentar a lucratividade do meu negócio?

Saiba que ampliar a lucratividade de seu negócio deve realmente ser uma das questões principais às quais se dedica como empreendedor. Para isso, é necessário investir em análises de cenário econômico e desenvolver estratégias de reação que aumentem esse índice. 

Continue lendo o artigo para ver algumas informações que podem ajudar nesse processo.

O que define a lucratividade de uma empresa?

O índice de lucratividade de uma empresa pode ser definido segundo o ganho que ela obtém sobre o trabalho que desenvolve. Ou seja, é uma métrica de eficiência produtiva e operacional que pode ser calculada e, daí, gerada uma porcentagem. Se trata de um indicador muito importante para ser analisado.

Acompanhar a lucratividade do seu negócio é essencial para entender como a sua empresa está em relação ao mercado. Ela está diretamente ligada à situação financeira da empresa, sendo um dos principais índices econômicos da companhia. 

Para calcular a sua lucratividade é preciso seguir a seguinte fórmula:

Lucratividade = (Lucro Líquido / Receita Total) x 100

Diferença entre lucratividade e rentabilidade

A lucratividade e rentabilidade de uma empresa são índices que se relacionam de maneiras diferentes, porém não são a mesma coisa. Entender a diferença entre essas duas métricas é muito importante para saber a real situação econômica do negócio.

Isso porque o índice de rentabilidade é baseado no lucro líquido e seu resultado é traduzido em um valor percentual. Portanto, ele serve para medir o retorno que um determinado investimento pode proporcionar ao negócio. 

Veja a fórmula para calcular a sua rentabilidade:

Rentabilidade = (Lucro Líquido/Investimento) x 100

Uma companhia pode ser rentável mesmo sem ser lucrativa, ou ter boa lucratividade e não ter um retorno positivo com os investimentos. Apesar da diferença entre lucratividade e rentabilidade, é importante fazer o acompanhamento dos dois índices.

Como aumentar sua lucratividade em 10 passos

Para tornar o seu negócio lucrativo e fazer com que ele se desenvolva, é possível seguir algumas dicas importantes. Veja alguns passos para aumentar sua lucratividade:

1. Realize parcerias com fornecedores e mantenha-os perto

Firmar parcerias com fornecedores confiáveis, que tenham qualidade, preços justos e níveis de serviço satisfatórios, é essencial. Essa relação de credibilidade pode ser muito benéfica para que a empresa garanta uma boa lucratividade.

Assim, é possível fazer acordos para obter regularidade nas vendas, oferta constante e construção de uma boa imagem perante os seus clientes. Também é necessário contar com mais de um fornecedor para quando houver qualquer imprevisto com o principal.

Por mais que tenha feito uma grande pesquisa sobre público-alvo ao iniciar o negócio, não esqueça de seus clientes depois da primeira aquisição. E não é apenas pela importância em fidelização para manter o retorno financeiro, mas também como forma de identificar novos desejos, necessidades e até percepções sobre sua empresa.

Para isso, pense em eventos online ou presenciais, promoções, ações de fidelização: qualquer iniciativa que o mantenha em contato com o cliente e o permita ter feedbacks constantes.

2. Amplie a carteira de clientes

A lógica é simples: quanto maior a sua carteira de clientes, mais lucratividade a sua empresa poderá conquistar. Sendo assim, é essencial sempre investir em ampliar a carteira de clientes do seu negócio, buscando entender o perfil deles e quais seus desejos e necessidades.

Essas informações são importantes para elaborar estratégias eficazes de marketing, que atrairão mais pessoas para o seu negócio. Outra dica é aumentar a sua oferta de serviços e/ou produtos para os seus consumidores. Uma vez que eles já conhecem a empresa, comprar com você poderá ser mais fácil.

3. Desenvolva estratégias de fidelização

Outra boa estratégia é investir na fidelização de clientes, garantindo que eles se satisfaçam com as compras e indiquem-nas para terceiros. Esse é um modo muito mais eficaz de gerar aumento das vendas. Criar estratégias de fidelização pode garantir um fluxo de consumo constante e valioso.

Para isso é possível criar programas de desconto para filiados ou fortalecer o valor da marca perante o público. A fidelização de clientes é indispensável para empresas varejistas que visam aumentar sua lucratividade.

4. Reavalie seus parâmetros de precificação

Outro ponto importante do planejamento estratégico empresarial para aumentar os lucros é estudar seus parâmetros de precificação e aprimorá-lo. Analisando o panorama completo dos custos da cadeia de fornecimento, é possível identificar quais produtos podem ter os seus preços reajustados.

Além disso, é preciso considerar, também, as ações de marketing capazes de elevar a percepção de valor dos itens à venda. Deste modo, ao adquirir o produto com preço reajustado, o consumidor poderá considerar a mudança justa.

5. Corte custos desnecessários

Custos desnecessários devem ser cortados em todas as etapas de vendas e os processos internos do negócio, sejam eles diretamente ligados aos produtos ou não. Ter um varejo enxuto permite que a organização se movimente rápido e consiga aproveitar as oportunidades do mercado.

Essa redução de custos desnecessários também pode ser encarado como uma forma de aumentar a lucratividade, principalmente, no caso das empresas em crescimento. Porém, tudo deve ser feito buscando não impactar de forma negativa a qualidade dos produtos.

6. Crie incentivos para a venda de produtos com maior ticket médio

Criar campanhas de vendas com incentivos para a aquisição de produtos com ticket médio maior também contribui para o aumento da lucratividade. No varejo, é comum que o mix de produtos tenha itens com grande volume de vendas e baixa margem de lucro, e outros com menor tiragem, mas maior retorno.

Para aumentar a lucratividade, criar ações de marketing e estipular metas de vendas direcionadas para tais itens também pode contribuir para a conquista de melhores resultados.

7. Invista em estratégia de marketing de baixo custo

As mídias digitais trouxeram um excelente benefício para os pequenos negócios na hora da divulgação: o baixo custo. Com verbas bastante limitadas, é possível anunciar em redes sociais, sites de busca ou blogs de nicho. E o mais importante, essa divulgação é totalmente direcionada, uma vez que consegue segmentar seu público por diversas características (como idade, renda, profissão, entre muitas outras).

A não ser que seu público-alvo tenha um perfil totalmente offline, não há mais porque gastar dinheiro anunciando em jornais, revistas, rádio e televisão. O mesmo vale para materiais impressos, como folders e flyers. Com o mesmo valor, você consegue ter um alcance bastante superior pela internet.

8. Esteja online

Qual é a primeira ação de uma pessoa hoje quando precisa de um produto ou serviço? Na maioria das vezes, é buscar por informações no Google ou pedir recomendações de amigos nas redes sociais. 

Se a sua empresa, portanto, não tem ainda um bom site e contas nas redes sociais mais importantes para seu público-alvo, está na hora de tomar uma iniciativa e fazer logo esse investimento. Lembre-se de levar em conta o seu perfil ideal de cliente e veja em quais redes sociais ele está mais presente para evitar grandes esforços desnecessários.

9. Tenha tempo para pensar em estratégia

Sabemos que, para um pequeno empreendedor, muitas vezes é praticamente impossível conseguir se desligar da operação para pensar em estratégia no dia a dia do negócio. Você tem que se obrigar a isso, nem que precise sair do escritório duas vezes ao mês para rever números, ações e repensar próximos passos. Empreender sem fazer isso é como andar no escuro, são muitas as chances de cair em um tropeço.

10. Re-invista no negócio

É claro, quanto mais lucro sua empresa tiver, maior deverá ser o investimento nela. Novos equipamentos, contratação de pessoal, adesão a novos serviços e melhoria na infraestrutura são alguns exemplos do que você deve considerar no seu crescimento – inclusive para precificar seu produto ou serviço.

Pronto para aumentar seus lucros?

Com essas informações, o gestor consegue identificar os pontos de atenção da empresa e desenvolver estratégias para colocar o negócio no caminho certo para atingir suas metas.

Aumentar a lucratividade faz parte do crescimento de um negócio, portanto, todo empreendedor que tem isso como desejo para sua empresa, precisa realmente estar em constante avaliação sobre como gerar mais receita. 

Isso faz parte de alcançar mais pessoas com a sua solução, de poder proporcionar o melhor para seus funcionários, de colocar a economia em movimento e, é claro, de também gerar mais valor para você!

Deixar uma Resposta

Navegar